Conheça os impactos da inadimplência escolar e saiba como reduzi-la

Quem cria e administra uma instituição de ensino tem em suas mãos um negócio como qualquer outro, que

Quem cria e administra uma instituição de ensino tem em suas mãos um negócio como qualquer outro, que precisa de recursos para cumprir com suas obrigações. Nesse sentido, a inadimplência escolar pode prejudicar a gestão financeira e impactar negativamente a qualidade do ensino oferecido.

Em muitas escolas, a principal fonte de receita ainda é o recebimento das mensalidades. O atraso a falta de pagamento gera um buraco no caixa e a conta deixa de fechar, uma vez que a programação anual segue normalmente e os gastos não diminuem.

Preparamos este artigo para que você fique informado sobre os impactos desse problema, e quais estratégias podem ser utilizadas na sua prevenção. Continue a leitura e saiba mais!

O desafio de lidar com a inadimplência no âmbito escolar

Não é novidade que a inadimplência escolar prejudica o planejamento financeiro e o fluxo de caixa da instituição. Afinal, nada mais é do que um valor que deveria chegar até a escola, mas fica em aberto.

Manter as atividades planejadas e a qualidade do serviço prestado acaba se tornando um desafio. Sem esse dinheiro, fica complicado cumprir os objetivos e o compromisso assumido com pais e responsáveis na hora da matrícula.

Os impactos da inadimplência escolar

O desequilíbrio no fluxo de caixa é considerado um impacto direto da inadimplência escolar. Quando consegue ao menos pagar as contas, a falta de recursos torna impossível fazer qualquer investimento em melhorias. Assim, acaba se tornando uma instituição defasada perante a concorrência e tem a qualidade do ensino comprometida em longo prazo.

Em casos mais graves, a escola pode ter problemas em arcar com contas básicas, incluindo a folha de pagamento dos colaboradores. A ausência do salário, condição mínima para o trabalho, gera insegurança. A tendência, então, é que procurem por novos postos de trabalho. As consequências podem chegar a um estado tão devastador que a escola precisa decretar falência.

Somado a tudo isso, a instituição também pode ter problemas no relacionamento com os pais. Por estarem em atraso com seus compromissos financeiros, muitos começam a evitar o ambiente escolar. Tal atitude prejudica o acompanhamento dos alunos. Além disso, é preciso tomar cuidado com a forma na qual será a realizada a cobrança, para que não se perca a oportunidade de uma rematrícula em potencial.

As estratégias para reduzir a inadimplência

Felizmente, a escola pode investir em algumas estratégias para estimular as famílias a realizarem o pagamento em dia ou quitar suas dívidas. Quando a instituição adota uma política de cobrança eficiente e antecipa essas ações, evita que o orçamento seja comprometido. Conheça quatro formas de fazer isso.

Diversificar as formas de pagamento

Às vezes, atrasar alguma mensalidade pode ser inevitável. É papel da escola fornecer alternativas para que nem os pais, nem a própria instituição saiam prejudicados.

Mudar a data de um boleto ou aceitar cartão de crédito é uma ótima opção para que essas pessoas consigam quitar a mensalidade.

Criar incentivos para bons pagadores

Adotar uma política de descontos para pagamentos antecipados pode estimular os responsáveis a pagar os boletos antes do vencimento.

Manter os filhos em uma instituição privada é um privilégio e conceder descontos para as mensalidades pagas com antecedência pode, inclusive, configurar como uma estratégia para atrair novos alunos.

Renegocie a dívida

Sejamos realistas: você precisa receber. O furo no caixa já aconteceu e família está em dívida, realmente passando por um mau momento financeiro.

Nessa hora, é necessário ser flexível para movimentar o fluxo de caixa. Parcelar o saldo devedor e conceder um espaço para que o próprio inadimplente apresente suas condições são formas de reduzir os danos causados pela falta de pagamento.

Utilize um sistema de gestão

Quando você escolhe um sistema de gestão, consegue incluir em um só lugar todas essas funcionalidades que funcionam como ações preventivas para casos de inadimplência.

Além disso, atualmente existem ferramentas no mercado que podem emitir lembretes via sms com 10 dias de antecedência ao vencimento e nas semanas seguintes, sem custo, avisando o responsável sobre o pagamento que consta em aberto.

A inadimplência escolar é uma realidade, entretanto, é muito importante que os gestores saibam que ela pode ser controlada e até mesmo evitada. Seguindo nossas dicas, sua instituição pode sofrer menos com os impactos negativos dessa situação.

Gostou do nosso texto? Quer receber dicas tão valiosas quanto estas? Não perca tempo, curta o nosso perfil nas redes sociais e fique por dentro das atualizações!