Travou? E agora?

Travou? E agora?

O número de chamados alegando travamento da aula tem impressionado nossa equipe técnico-pedagógica. Mais impressionante ainda é o

O número de chamados alegando travamento da aula tem impressionado nossa equipe técnico-pedagógica. Mais impressionante ainda é o número de casos em que a aula não apresenta nenhum problema real. A enorme diferença entre o número de erros apontados e o número de erros existentes indica que, se o aluno não consegue executar determinada ação, seu primeiro ímpeto é dizer que a aula travou.

Nenhuma aula da R5 Ensino chega até o aluno sem antes passar por exaustivos processos de análise, correção e controle. O ideal é que, antes de reportar um erro, com o auxílio do tutor, o aluno volte algumas telas da explicação e fique atento acerca da ação exata que deve executar. O tutor pode executar a ação com o aluno e em seguida explicar o erro que estava sendo cometido, gerando a aprendizagem completa do aluno.

Nós da R5 Ensino, a escola, o tutor e o aluno temos papel fundamental no processo de ensino-aprendizagem, que será ainda melhor quanto mais o tutor estiver engajado e disposto a ajudar o aluno a adquirir conhecimento a cada passo, a cada tópico e a cada aula.

É importante lembrarmos também que alguns estudos mostram que um aluno satisfeito fala de sua satisfação com sua escola para uma ou duas pessoas. Um aluno insatisfeito, por sua vez, fala de sua insatisfação para no mínimo 10 pessoas.